Chapada dos veadeiros

Chapada dos veadeiros

A Chapada dos Veadeiros, no estado de Goiás, é um dos destinos de ecoturismo mais procurados do Brasil. Todos os anos, recebe milhares de turistas brasileiros e estrangeiros. A região oferece paisagens exuberantes para quem quer aproveitar o contato com a natureza.

O passeio no parque nacional da Chamada dos Veadeiros vai mudar a forma como você vê o centro-oeste brasileiro. O roteiro inclui passeios mais calmos, como observação da fauna local, massagens e meditações até passeios bem radicais, entre eles o rapel e a tirolesa.

Você irá ter acesso ao parque através das cidades vizinhas, Alto Paraíso de Goiás ou São Jorge. Elas estão a cerca de 400 km de Goiânia e a 230 km de Brasília.

Quando ir

 

Quando-ir

 

A melhor época para viajar até o local é entre maio e setembro, no período de seca. Vale a pena ir durante esses meses, pois a chuva pode atrapalhar o passeio. Além disso, as águas das cachoeiras ficam mais cristalinas, o que deixa a paisagem ainda mais bonita.

Como chegar

Como chegar

Para chegar até a Chapada dos Veadeiros, não importa qual vai ser a cidade base, será necessário fazer um trecho via terrestre, já que não há aeroporto no local.

De todas as cidades grandes, Brasília é a que fica mais perto de Chapada. A partir da capital federal, você pode ir de ônibus até Alto Paraíso ou alugar um carro. Se você estiver em Goiânia, deve fazer a mesma coisa.

Como a distância entre a Chapada e Brasília é menor, só vale a pena sair de Goiânia se você já morar na cidade ou estiver próximo dela.

Pontos turísticos

Cachoeira Canduru

1. Catarata dos Couros

Essa cachoeira possui um visual de tirar o fôlego. É um bom lugar tanto para nadadores experientes quando para iniciantes, pois há poços mais profundos e outros mais rasos. As quedas da catarata podem chegar a 100 metros de altura.

2. Cachoeira Santa Bárbara

Um dos destinos mais procurados da região. A água dessa cachoeira possui um tom azul cristalino e a queda tem cerca de 30 metros de altura. É um verdadeiro paraíso escondido no meio do cerrado.

A trilha para chegar até o local é relativamente fácil e tranquila. O percurso é de aproximadamente 1,5 km. Você vai andar por aproximadamente 30 minutos embaixo do sol, portanto, não esqueça seu filtro solar, boné e óculos escuros.

3. Cachoeira Canduru

Por ser um local mais isolado e de difícil acesso, a Cachoeira Canduru não é muito visitada. Mas quem já conheceu esse lugar, garante que vale a pena. A cachoeira é formada por uma queda d’água com aproximadamente 70 metros de altura e que cai em um poço de água verde.

É um ótimo lugar para relaxar e nadar em meio a natureza. Nos pés da cachoeira, uma ‘’banheira de hidromassagem’’ é formada, deixando o lugar ainda mais bonito.

4. Vale da Lua

A atração recebe esse nome pois lembra a superfície lunar. Há diversos túneis escavados nas rochas (formadas milhões de anos atrás) e um rio que percorre entre elas, formando duchas e piscinas naturais.

Onde ficar

Onde ficar

Você pode ficar hospedado em três cidades próximas: Alto Paraíso de Goiás, São Jorge e Cavalcante. Alto Paraíso é a maior delas e consequentemente, tem mais opções de hospedagem.

Opções baratas

1. Pousada Beija-flor

Está localizada em Alto Paraíso e uma ótima opção para quem quer conforto e segurança sem precisar gastar muito. Está localizada no meio da natureza, mas a 300 metros da principal rua da cidade.

2. Chalé Suçuarana

Essa pousada está na cidade de São Jorge, a 9 km do Vale da lua. O chalé possui um belo jardim. O ambiente é confortável e tem uma decoração mais rústica.

Opções mais caras

1. Pousada Toca da Raposa

Uma ótima opção de hospedagem na cidade de Cavalcante. Não é das mais baratas, mas possui um ótimo custo-benefício. Está no início da zona rural é o lugar ideal para quem quer tranquilidade, mas ao mesmo tempo quer ficar perto da cidade.

2. Casa da Lua Pousada

Se você quer ficar em Alto Paraíso (maior cidade da região) com luxo e sofisticação, essa pousada é ideal para você. O jardim do lugar é lindo e o ambiente conta com uma decoração rústica.

O que comer

Como é uma região turística, há diversas opções gastronômicas para agradar todos os bolsos e paladares. Os sabores do interior de Goiás (comida caseira) estão aliados a menus internacionais mais sofisticados. Em Alto Paraíso você vai encontrar a maior variedade de restaurantes, a maior parte deles está na Avenida Valadão Filho.

Se você quer comer a famosa comidinha da vovó para lembrar a sua infância, não deixe de conhecer o Quiri Quiri Gourmet Burger para comer uma jantinha bem típica: espetinho com mandioca, farofa, vinagrete e feijão tropeiro.

Para quem está em São Jorge, não deixe de conhecer o Restaurante da Nenzinha. É o restaurante mais tradicional e movimentado da cidade. Você vai lembrar muito da comida da sua vó, pois o restaurante serve comida caseira e bem temperada.

Vida noturna

Vida noturna

Para quem não abre mão da diversão da vida noturna, o ideal é se hospedar em Alto Paraíso de Goiás. Não vá esperando grandes casas noturnas, porém, há alguns bares regados a música ao vivo, sempre com muita cerveja ou taças de vinho.

No inverno (alta temporada), muitos restaurantes oferecem fogueiras e almofadas, deixando o ambiente mais romântico. Em julho, a Chapada dos Veadeiros recebe vários artistas, o que deixa a noite mais dinâmica e agitada.

Praias

Goiás não tem saída para o mar, mas mesmo assim, a Chapada tem lindas praias de água doce para você nadar e relaxar. Conheça algumas delas:

1. Praia das pedras

Um resort paradisíaco que dá acesso ao Rio Tocantinzinho. Embora não seja muito conhecida, a Praia das Pedras permite que os visitantes conheçam a fauna e flora local.

2. Poço Encantado

Esse poço está na base de uma cachoeira de longas dimensões. A cachoeira possui uma pequena praia, sendo um ambiente perfeito para relaxar. É uma mistura de praia com cachoeira.

3. Praia do Jatobá

Ideal para quem quer fugir de cachoeiras lotadas. É uma praia de rio com águas calmas, ideal para quem está viajando com crianças.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply