O que fazer em Bali: Quando ir, Onde fica e uma chuva de Dicas

Bali-Pontos-Turísticos

Não existe a menor dúvida de que a Indonésia é um destino com o qual muita gente sonha em conhecer, com suas mais de 13 mil ilhas. No entanto, o destaque vai para Bali, a ilha mais desejada dos últimos tempos.

Por lá, é possível encontrar praias para surfar, muitos templos, belezas naturais de tirar o fôlego e ainda muitas atrações incríveis.

O fato é que Bali é o destino mais turístico e maravilhoso da Indonésia e hoje vamos falar um pouco mais sobre ele, com todas as informações que você precisa para montar um roteiro incrível. Vamos lá?!

Quando ir Quando viajar para Bolivia

Bali é um lugar verdadeiramente incrível e o que torna ele ainda mais especial é que pode ser visitado o ano inteiro. Sendo assim, a melhor época para conhecer esse destino vai depender mesmo da sua disponibilidade ou do tipo de experiencia que você está buscando.

A média de temperatura anual nessa ilha é de 27°C, ou seja, é calor quase o ano inteiro. Sendo assim, não faz muita diferença se você vai ir no verão ou no inverno.

No entanto, o que você precisa saber é que costuma chover com maior frequência durante o verão, que acontece de dezembro a março. A época mais seca acontece entre os meses de julho e setembro.

Sendo assim, julho e agosto são os meses de maior movimento na ilha, considerado alta temporada por lá. Dessa forma, os preços tendem a ficar mais altos em todos os aspectos.

Uma ótima dica é ir conhecer Bali nos meses de maio, junho ou setembro. Nessas épocas você terá um tempo bom, poucas chuvas e preços mais acessíveis.

Como chegar

A primeira coisa que você precisa saber é que Bali possui seu próprio aeroporto internacional, o que facilita a chegada dos turistas. Para quem está saindo do Brasil, será preciso dedicar um dia inteiro para a viagem, embora possa haver variação nesse tempo, dependendo da companhia escolhida.

Para quem parte de São Paulo (Guarulhos), as opções são voar com a Qatas, com conexão em Doha ou pela Emirates, com conexão em Dubai. Vale lembrar que não existem voos diretos do Brasil para Bali.

Outras alternativas são as companhias aéreas Turkish, Lufthansa, KLM ou AirFrance, que realizam o trajeto com duas conexões contanto com companhias parceiras.

Para quem já está na Ásia, o deslocamento é muito mais simples e rápido, visto que a distância percorrida é muito menor.

O que fazer em Bali?

Tanah-Lot

Mundialmente conhecida, Bali é um lugar de belezas naturais, praias belíssimas e diversidade cultural. Isso sem falar em uma cultura rica e plural.

Por isso, o que não falta por lá são atrações para incríveis, que vamos conhecer logo a seguir, veja:

  • Templo Uluwatu

Esse templo também é conhecido como Pura Luhur Uluwatu, ou templo dos macacos e é uma das principais atrações da ilha.

O local fica em um penhasco de 70 metros de altura, com uma vista incrível. Ele é bastante visitado por turistas, não apenas como um local de espiritualidade, mas também por sua belíssima localização, ideal para apreciar o pôr do sol.

  • Tanah Lot

Esse pequeno templo foi construído sobre pedras que ficam no meio do mar e é por isso que só é possível visitá-lo quando a maré está baixa. No entanto, durante a maré alta, parece que o templo foi feito na água mesmo, sendo um local belíssimo para visitar e apreciar.

  • Jatiluwih

Esse terraço de arroz é tão lindo que foi considerado Patrimônio Mundial da UNESCO. Para quem não sabe, a umidade do solo, o clima e diversos outros fatores fazem com que Bali seja um local ideal para o cultivo de arroz.

É justamente por isso que existem tantos arrozais espalhados por diversos pontos dessa incrível ilha. A paisagem é belíssima e o arroz é cultivado em desníveis, que formam uma linda escultura no solo.

  • Praia Uluwatu

Embora não seja uma praia fácil de acessar, pois tem muitos degraus, a visita a ela pode ser recompensadora. A praia fica em frente a um paredão de pedras, onde bares e restaurantes foram construídos.

De lá, se pode ter uma bela vista para o mar e também é possível apreciar um belíssimo pôr do sol.

  • Templo das Fontes Sagradas – Tirta Empul

Esse tempo tem uma estrutura de águas para banhos, nas quais os visitantes podem realizar rituais de purificação do corpo e do espírito, tal como fazem os balineses. Vale lembrar que cada uma das fontes possui um significado distinto.

  • Plantação de café Kopi Luwak

Essa é uma excelente opção para quem quer conhecer um pouco mais sobre plantação de café, bem como fazer uma visita a Lumbung Sari House of Coffee.

Lá você encontrará o café mais caro do mundo, que é o Kopi Luwak. Sua particularidade é que ele é consumido por um civeta (espécie de mamífero), passa pelo processo de digestão e as enzimas presentes no estomago do animal eliminam o amargor do grão.

  • Templo Ulun Danu

Às margens do Lago Bratan, logo nas montanhas de Bedugul, você encontra esse maravilhoso templo, que é um cartão postal de Bali. Ele é composto por um complexo de templos espalhados em diversas ilhas.

Mais do que isso, conheça também o Santuário Sagrado da Floresta dos Macacos em Ubud; a Cachoeira Gitgit; e a Praia Lovina.

Onde ficar

Onde-ficar

Um dos principais dilemas de quem está indo para Bali é decidir onde ficar. Então, a primeira coisa que precisa ser dita é que o turismo do local é baseado no sul da ilha e lá existem diferentes regiões com perfis variados.

Você pode escolher trocar de hospedagem diversas vezes para conhecer as diferentes regiões, ou então escolher uma região como base e fazer passeios diários em outras áreas.

Kuta é uma cidade bastante movimentada e com um trânsito caórico, mas tem uma boa infraestrutura e é mais indicada para aqueles que querem balada.

Seminyak e Canggu são regiões mais “hype” que oferecer uma boa infraestrutura hoteleira e bairros mais descolados, com lojinhas e um bom movimento.

Uluwatu é outra ótima opção, ideal para surfistas e oferece um clima bem praiano mesmo, com bastante tranquilidade.

Jimbaran fica entre o paraíso de Uluwatu e o agito de Kuta, mas a praia não é uma das mais bonitas da ilha, embora seja uma região bem localizada e de fácil acesso.

O que comer

Sate-Varieties

Entre um passeio e outro, nada melhor do alimentar o corpo com as comidas típicas do local que se está visitando, não é mesmo?! então, vamos ver o que comer em Bali:

  • Sate Varieties: também chamado de satay, esse prado traz uma variedade de carnes em espetinhos, marinadas e gralhadas. As carnes variam das mais tradicionais até as mais exóticas, como carne de tartaruga.
  • Nasi Ayam e Nasi Campur: um tipo de arroz de frango, esse prato pode ser encontrado em qualquer lugar em Bali.
  • Bebek e Ayam Betutu: um frango ou pato inteiro e recheado, temperado com especiarias locais e envolto em folha de bananeira, sendo cozido por cerca de 6 ou 7 horas.
  • Babi Guling: carne de porco assada no espero e envolta em folha de mandioca.

Vida noturna

Vida-noturna

Em Bali, casa cidade tem duas individualidades, por isso, nada de generalizar. Em Kuta e regiões próximas, você encontrará a maior parte do agito e uma vida noturna bem ativa.

Em Ubub, por sua vez, as opções já são bem mais limitadas e é comum ver as ruas vazias à noite. Então, se você quer aproveitar a ilha depois que o sol se põe, a dica é ficar pela região de Kuta mesmo.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre Bali, seus atrativos, destinos e o que fazer para aproveitar esse destino ao máximo. Aproveite essas dicas e boa viagem!

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply