logo-itinereo-195x50

Estrela Michelin, qual sua Importância no Cenário Gastronômico?

Guia-Michelin

Por aqui sempre falamos da importância de um bom planejamento para viagem e não poderia ser diferente quanto a gastronomia, da qual tem um espaço especial no roteiro de qualquer passeio, então se está conhecendo o lugar e não sabe onde comer, consulte o guia de Estrela Michelin para garantir a qualidade de uma boa refeição.

Muitas vezes ao irmos pela primeira vez em um destino não sabemos bem quais restaurantes vale a pena ir, principalmente quando não temos indicações de amigos ficamos perdidos, e, a melhor forma de evitar o desastre de comer mal em um restaurante é seguir o guia Michelin.

O que é o Guia Michelin?

estrelas-michelin

Surpreendentemente o Guia Michelin surgiu a partir de uma curiosa ideia dos irmãos Michelin, aliás, sua intenção inicial era uma ação de marketing para venda de pneus.

Mas, como assim? O que os pneus teriam a ver com a qualidade dos restaurantes?

Certamente, você deve ter feito essas perguntas a si mesmo, então, antes de mais nada vamos esclarecer essa história.

No início do século XX os irmãos Andre e Edouard Michelin tentavam salvar o pequeno negócio de seu avô, criando inovações em pneus, e, como forma de impulsionar o negócio fizeram livretos com dicas de onde comer e dormir durante as viagens.

Só para ilustrar, esses livretos serviam como uma espécie de guia de hotéis e restaurantes recomendados com base em classificações(estrelas), com o intuito de despertar nos viajantes a vontade de saborear a culinária de melhor qualidade, assim como a hospedagem em ótimos lugares.

Dessa maneira, distribuíam gratuitamente o guia Michelin com a finalidade de fazer com que as pessoas fossem atraídas por destinos dos quais teriam restaurantes e hotéis recomendados.

Contudo, os viajantes em busca dos estabelecimentos com estrelas e classificações acabavam percorrendo maiores distâncias, de tal forma que, logo precisavam de outros pneus.

Porém, surpreendentemente como resultado, esse guia além de impulsionar o negócio automobilístico (venda de pneus) também se tornou referência de qualidade.

De tal sorte que atualmente consiste em um sistema de estrelas que classifica os restaurantes e hotéis como os melhores e mais renomados de acordo com a quantidade de estrelas que possui.

Aliás tão importante para o turismo quanto para gastronomia, como veremos a seguir.

Qual a importância das estrelas Michelin para a gastronomia

Qual-a-importância-das-estrelas-Michelin-para-a-gastronomia

Primordialmente as estrelas Michelin representam a distinção de um restaurante em relação aos demais. Acima de tudo, as estrelas Michelin representam atendimento e ambiente excelentes além de uma cozinha excepcional.

Assim como a presença de especialidades e carta de vinhos de primeiríssima qualidade. Em resumo, a presença de estrelas de acordo com sua classificação, seria o equivalente a;

  • 1 estrela: considera-se um restaurante bom;
  • 2 estrelas: representa um restaurante de excelente qualidade;
  • 3 estrelas: consiste em um restaurante excepcional, do qual possui estrema perfeição.

Portanto, com toda a certeza as estrelas Michelin representam extrema importância para a gastronomia, distinguindo os restaurantes com base em classificações muito rigorosas, de tal forma que o Brasil mesmo com tantos chefs de cozinha renomados, não possui nenhum restaurante com 3 estrelas Michelin.

Restaurantes mais famosos com Estrela Michelin por continente

Uma vez que vimos toda a importância das Estrelas Michelin e o que elas representam para culinária, finalmente informaremos quais são os restaurantes mais famosos de acordo com sua classificação.

Restaurantes-mais-famosos-com-Estrela-Michelin-por-continente

Dessa forma, você poderá aproveitar a melhor culinária de acordo com o destino de sua viagem.

América do Sul (subcontinente)

  • Central (Lima, Peru)
  • Maido (Lima, Peru)
  • Astrid y Gastón (Lima, Peru)
  • D.O.M (Alex Atala) – São Paulo
  • Oro (Felipe Bronze) – Rio de Janeiro
  • Tuju (Ivan Ralston) – São Paulo

América Central (subcontinente)

  • Maito (Cidade do Panamá, Panamá)
  • Makoto (Cidade do Panamá, Panamá)

América do Norte (subcontinente)

  • Eleven Madison Park – Nova Iorque
  • Quintonil (Cidade do México, México)
  • Blue Hill at Stone Barns (Pocantico Hills, Estados Unidos)
  • Pujol (Cidade do México, México)
  • Le Bernardin (Nova York, Estados Unidos)
  • The French Laundry – Califórnia

Africa

  • The Test Kitchen (Cidade do Cabo, África do Sul)
  • Wolfgat (Paternoster, África do Sul)

Europa

Ásia

  • Kam’s Roast Goose (Wan Chai, Hong Kong)
  • Tim Ho Wan (Sham Shui Po, Hong Kong)
  • Ho Hung Kee (Causeway Bay, Hong Kong)
  • La Yeon (Seul, Coréia do Sul)
  • Kyo Kaiseki Kichisen (Kyoto, Japão)
  • Tai Hwa Pork Noodle (Arab Street, Singapura)
  • Liao Fan Hawker Chan (Chinatown Food Street, Singapura)

Oceania

  • Tetsuya’s- Sydney, Austrália
  • Roots Restaurant Lyttelton- Nova Zelândia

Em resumo, podemos dizer que o Guia Michelin representa a melhor classificação em relação a qualidade da culinária, personalidade e originalidade do chef, assim como atendimento e ambiente excelente.

Portanto, vale a pena conhecer restaurantes estrelados, organize sua viagem de forma que consiga visitar ao menos um restaurante com Estrela Michelin.

Itinereo

Um site de viagens com diversas dicas para você ecnomizar muito e fazer viagens inesquecíveis
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram