Mergulho em Abrolhos

Mergulho-em-Abrolhos

Caminhadas ao lado dos atobás, ver baleias jubarte e fazer mergulho em Abrolhos, com visibilidade maior que 30 metros, são apenas algumas das atrações desse lugar incrível.

Para quem não sabe, Abrolhos é um arquipélago da Bahia, que fica a 75 km da Costa de Caravelas. Ele é formado por 5 ilhas, sendo que é possível desembarcar em duas delas: Ilha de Santa Bárbara e Ilha de Siriba.

O fato é que o local é um paraíso na terra e possui belezas naturais incríveis, que são de tirar o fôlego. Então, se você está interessado e quer conhecer um pouco mais sobre Abrolhos, continue lendo e veja os detalhes. Vamos lá?!

Quando ir

Quando-ir-casal-jovem-com-mapa-em-verão

O Parque Nacional Marinho de Abrolhos pode ser visitado o ano inteiro. No entanto, é essencial lembrar é entre os meses de dezembro e fevereiro que as águas ficam mais quentes e oferecem uma melhor visibilidade. Então, essa á e época ideal para quem quer fazer um mergulho em Abrolhos.

Por outro lado, é entre os meses de junho a novembro que o lugar fica ideal para a observação das baleias jubarte.

O mais importante é lembrar que a prática de atividades no mar sempre depende das condições climáticas, especialmente ondas e ventos, podendo até inviabilizar o passeio em algumas ocasiões.

Então, uma boa dica para aproveitar ao máximo a sua viagem, é consultar previamente a previsão climática para os dias da sua viagem.

Como chegar

Caravelas é a cidade mais próxima do Parque nacional Marinho de Abrolhos e ela fica ao sul da Bahia. Nesse caso, os aeroportos mais próximos são os seguintes:

  • Teixeira de Freitas, que fica a 83km de Caravelas e opera voos comerciais com regularidade.
  • Porto Seguro, que fica a 261 km de Caravelas e recebe voos comerciais nacionais e internacionais de diversos aeroportos do Brasil.
  • Vitória, que fica a 400km de Caravelas e recebe uma grande variedade de voos comerciais nacionais e internacionais.

Chegando em algum desses aeroportos, você pode alugar um carro, pegar um ônibus ou contratar um serviço de transfer até a cidade de Caravelas.

Depois, para chegar até o Parque é preciso contatar uma empresa de turismo autorizada, que irá oferecer alimentação e aluguel de equipamentos de mergulho.

Mais do que isso, a empresa conta com profissionais qualificados para orientar e conduzir os visitantes pelo Parque Nacional Marinho de Abrolhos, cumprindo todos os requisitos de segurança e preservação.

Os passeios a Abrolhos podem ser feitos no sistema de bate-volta ou com pernoite de até 4 dias de duração.

O que fazerMergulho-livre-e-mergulho-autônomo

Com a maior concentração de peixes por metro quadrado, Abrolhos é um verdadeiro paraíso de paisagens naturais e vida marinha. Por lá, você encontrará uma boa variedade de atrações voltadas à natureza, veja só:

  • Mergulho livre e mergulho autônomo

Nesses mergulhos em Abrolhos você poderá observar a o funcho do mas com a maior biodiversidade do Atlântico Sul. O melhor é que tanto em áreas mais rasas como nas mais profunda você poderá ver peixes recifais, gogônias, corais, tartarugas marinhas e muitos outros seres.

Mais do que isso, o parque ainda abriga 3 naufrágios, que estão abertos à visitação, além de uma área de formação de corais que é única.

  • Centro de Visitante do Parque Nacional Marinho de Abrolhos

Na praia do Kitongo, o turista poderá realizar uma visita monitorada, a fim de conhecer melhor o Parque através de painéis, vídeos e informações dadas pelos guias. O local ainda expões uma réplica de uma baleia jubarte em tamanho adulto real.

  • Visitação embarcada ao arquipélago dos Abrolhos

Por volta de 70km de Caravelas, o visitante irá conhecer o Arquipélago de Abrolhos, que é composto por 5 ilhas de origem vulcânica. É possível visitar as ilhas de Siriba, Redonda, Suestes e Santa Bárbara.

Vale lembrar que a última está sob a jurisdição da Marinha do Brasil e possui um farol que é mantido lá desde o ano de 1861.

  • Observação de baleias jubarte

De julho até novembro, a região de Abrolhos recebe a ilustre visita das baleias jubarte, sendo que a maior concentração delas fica pelo arquipélago de Abrolhos. Elas procuram essa região para a reprodução e cuidados com os filhotes.

Portanto, é uma ótima opção aproveitar sua visita para observar esses belíssimos seres e seus grandes grupos.

  • Desembarque e trilha monitorada na olha Siriba

A região tem uma área formada por diferentes terrenos e uma faixa estreita que fica em torno da ilha, formando um anel, que tem influência da maré. Sua extensão é de mais de 1600 metros e oferece trilhas para conhecer as fauna local.

Vale lembrar que a região é ideal para a nidificação de diversas aves marinhas, sendo possível ver de perto os ninhos de grazinas e atobás.

Onde ficar

Para quem vai conhecer Abrolhos, a principal cidade utilizada como base é Caravelas, que é uma das cidades que fazem parte da Costa da Baleia. Normalmente, os passeios partem de Caravelas pela manhã cedo, o que faz com que seja indicado já estar na cidade.

O local oferece uma boa infraestrutura e variedade de opções de pousadas e hotéis, para gostos variados.

Já no Parque Nacional Marinho de Abrolhos, as opções de hospedagem ficam por conta das agencias que levam os turistas até a ilha. A agencia deve ser autorizada e credenciada pelo Parque para garantir que cumprirá todos os requisitos de segurança e preservação.

O que comer

Além de lindíssimas paisagens, a culinária local também é uma atração no sul da Bahia. Sem dúvidas, a gastronomia por si só já é um ótimo motivo para visitar o lugar, com muito camarão e outros frutos do mar.

Então, vamos conhecer alguns pratos típicos da culinária do sul da Bahia:Acarajé

  • Acarajé: um dos maiores símbolos da culinária baiana, o prato consiste em uma massa de feijão, cebola e sal, que é frita e recheada com diferentes combinações, tais como vatapá, salada, caruru e outros.
  • Bobó de camarão: consiste em camarões marinados no limão, olho, pimenta e depois cozidos em um molho que tem leite de coco, mandioca, azeite de dendê, cheiro verde e mais.
  • Caruru: quiabo cozido, acompanhado de amendoim, castanhas e camarão, cozidos até virar um creme.
  • Moqueca: no sul da Bahia, o prato é feito tradicionalmente com peixe de água salgada, podendo conter camarão também. Ela é feita com cebola, alho, tomates e especiarias.
  • Vatapá: uma ótima pedida para comer à beira da praia, esse prato é servido com arroz, frango e caruru.

Vida noturna

Não é propriamente uma festa ou uma noite para beber, mas uma grande novidade de Abrolhos é que recentemente eles inauguraram a trilha subaquática noturna.

O trajeto tem 140 metros entre formações de recifes únicas no mundo e anêmonas gigantes, que permite ao visitando um belíssimo contato com o mundo marinho à noite.

Vale lembrar que a vida marinha se transforma à noite, como estrelas-do-mar e ouriços que se abrem à noite e chegam a atingir até um metro de comprimento. Isso sem falar em muitos peixes que costumam circular mais à noite!

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre as opções de mergulho em Abrolhos e outras atividades que esse local incrível pode oferecer. Aproveite as dicas e boa sorte!

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply