logo-itinereo-195x50

Como as pessoas se vestem em Israel? Saiba tudo e previna-se

Israel é um país que combina tradição com modernidade. Também chamado de Terra Santa, Israel tem muito a oferecer para os turistas: praias, museus, excelente gastronomia e paisagens naturais que vão te impressionar.

Apesar de ser um ótimo destino para conhecer, é importante lembrar que os costumes do país são muito diferentes do Brasil. Em geral, Israel é um destino seguro para turistas, mas é preciso ficar atento aos códigos de conduta tradicionais que são realmente levados a sério, pois fazem parte da cultura local o modo como as pessoas se vestem em Israel.

Posso levar roupas curtas e leves para Israel?

Sim. Aliás, no verão, você realmente vai precisar usas roupas bem frescas e leves para suportar o calor. Porém tudo depende da cidade que você vai visitar: em Jerusalém e outras cidades religiosas, o ideal é usar calças e blusas que tapem seus ombros.

Nas cidades mais liberais, como Tel Aviv, você não vai precisar se preocupar com o dress code. Lá é bem comum ver mulheres usando shorts, regatas e vestidos curtos para você se sentir bem confortável e fresquinha.

No Mar Morto, os bíquinis e maiôs são liberados, mas assim que você sair da praia e for para ao seu local de hospedagem, o ideal é colocar uma saída de praia ou roupa casual.

Como no Brasil e em outros países do mundo ocidental não há tanta preocupação em relação a roupas, principalmente no verão, pode ser um pouco difícil nos primeiros dias. Mas lembre-se que Israel está longe de ser o país mais conservador em relação a roupas e vestimentas, portanto, você vai conseguir se adaptar.

Cidades sagradas e de forte tradição religiosa

As cidades mais conservadoras e religiosas são Jerusalém, Akko e Safed. Se você vai passar por algum desses lugares, é recomendado usar roupas menos chamativas e que cubram a maior parte do corpo. Em algumas sinagogas e mesquitas, você pode ser proibido(a) de entrar se não estiver com trajes adequados.

Nessas cidades, o ideal é utilizar vestimentas que cubram as pernas e também ficar longe de roupas decotadas. Considere usar uma saia ou vestido mais longo, calças e camisetas leves.

Pelo fato de você ser um turista, as regras são um pouco mais maleáveis. Diferente de alguns países do Oriente Médio, os israelenses não vão te olhar feio se você estiver com roupas mais curtas. Mas mesmo assim, evite usar essas roupas quando for entrar em igrejas ou outros locais mais conservadores, pois isso realmente foge um pouco do modo como as pessoas se vestem em Israel.

Você não vai precisar cobrir os seus cabelos, mas sempre leve um lenço com você, em caso de você querer visitar uma igreja. Mas não se preocupe, pois nas ruas, você só vai usar lenço nos cabelos se quiser.

Qual a melhor época para viajar para Israel?

A melhor época para conhecer o país é entre março e junho, na primavera, pois os dias são mais frescos e agradáveis. Mas é claro que é possível viajar em outras estações e mesmo assim ter uma ótima viagem.

Caso vá no verão, invista em roupas mais leves, porém durante a noite é normal que a temperatura caia um pouco, então leve um casaco fino independente da estação.

No verão, não esqueça de levar um spray nasal e lenço umedecido para amenizar o desconforto causado pela aridez. O protetor solar é também um item de extrema importância, pois o calor é mais forte do que você imagina.

Israel tem um clima mediterrâneo ao longo da costa marítima, mas no interior do país, o clima é mais árido (típico de um deserto).

Israel no inverno

No inverno a temperatura gira em torno de 14°C. Não chega a ser um inverno extremamente rigoroso, mas pode ser desconfortável para pessoas que não acostumam com temperaturas mais baixas. Também chove bastante no inverno, o que pode atrapalhar um pouco a sua viagem.

No auge do inverno é possível ver neve em algumas cidades, mas caso você vá para Jerusalém, não espere por isso, pois a neve não é muito frequente por lá. Os dias são bem curtos.

Israel no verão

Em geral, o verão é quente e bem seco, ideal para quem curtir as belas praias que Israel tem para oferecer.

Os dias são bem longos, com média de 12 horas de sol.

Datas religiosas e feriados

Além do clima, outro fator para considerar na sua viagem são os eventos religiosos que acontecem em determinadas épocas do ano. Israel recebe peregrinos de todo mundo, portanto, em alguns feriados o país fica lotado, o que pode tornar mais difícil encontrar um bom hotel com preços justos. Os locais sagrados e restaurantes também ficam cheios de turistas.

Caso você queira realizar uma viagem mais tranquila e mais econômica, evite ir nas datas em que as principais cidades ficam cheias de visitantes.

Em relação aos feriados católicos, Israel é bem parecido com o Brasil. As datas comemoradas são a Semana Santa e o Natal, que movimentam muito as cidades de Jerusalém e Nazaré.

Já em relação as datas comemorativas para os judeus, existem outros eventos extremamente importantes que marcam a história do país. As celebrações começam com a comemoração do ano novo judaico (que acontece entre final e setembro de acordo com o calendário Gregoriano ou então no Primeiro Dia do Tishrei, segundo o calendário judaico).

Esse período é marcado por várias festas que contagiam todo o país, assim como os brasileiros gostam de celebrar o Natal e Ano Novo. É uma época muito importante para os israelenses que acabam aproveitando para tirar folgas, o que acaba encarecendo a viagem, já que as regiões turísticas ficam lotadas.

Outro período de muito movimento no país é a primavera, pelo fato de várias datas comemorativas acontecem nessa época, fazendo com que muitos comércios fiquem fechados e alguns israelenses aproveitem esse momento para tirar férias.

Durante a primavera, acontece a Celebração de Purim (no mês de março), a Pessach (Páscoa Judaica) e o Dia da Independência (que acontece no final de abril ou início de maio). Há outros feriados no país, porém, essas são as datas mais celebradas durante o ano.

Bom, agora que já sabe o modo como as pessoas se vestem em Israel, espero que você não passe nenhum sufoco por lá. E parabéns por estar tendo esse tipo de preocupação, a maioria das pessoas não se atenta para os hábitos e costumes locais e pode acabar passando momentos tensos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Itinereo

Um site de viagens com diversas dicas para você ecnomizar muito e fazer viagens inesquecíveis
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram