Ilhas de Pafos Chipre

Pafos-Chipre

Paphos é muito mais do que apenas uma cidade portuária do Chipre, afinal, o lugar transpira história. Para que você tenha uma ideia, na antiguidade, o lugar era o centro de peregrinação daqueles que adoravam a deusa Afrodite.

Lá também existem vilas construídas pelos romanos depois da era cristã e tumbas lindamente esculpidas em pedras muitos anos antes de Cristo.

Então, se o que você procura são belas praias, lugares históricos e um recanto para descansar, não tenha a menor dúvida que Pafos, e Chipre de uma forma geral, são excelentes destinos.

Então, se você está interessado e quer saber um pouco mais sobre esse Pafos – Chipre, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse destino. Vamos lá?!

Quando ir

Quando-ir-casal-jovem-com-mapa-em-verão

A melhor época para ir conhecer Pafos é entre os meses de abril a novembro. Isso porque é essa a época em que as temperaturas são mais agradáveis e ou quentes, além de haver pouquíssima precipitação.

A temperatura média mais alta encontrada na cidade é de 31°C no mês de agosto enquanto a mais baixa é de 16°C no mês de janeiro.

A temperatura da água, por sua vez, é outro show à parte, ficando entre os 17°C e os 29°C.

O clima por lá é o mediterrâneo, tendo verões quentes e secos e invernos mais amenos.

Como chegar

A ilha de Chipre possui dois aeroportos internacionais, sendo que o mais importante é o Aeroporto Internacional de Larnaca, que fica na parte oriental da ilha.

A outra opção é o Aeroporto Internacional de Paphos, que fica na parte ocidental da mesma.

Mais do que isso, dependendo de onde você estiver, existe ainda a possibilidade de chegar a Pafos de ferry e por meio rodoviário, com carro ou ônibus.

Pontos Turísticos

Um ótimo lugar para férias, Pafos é um destino ensolarado, com mar e areia para ninguém botar defeito. No entanto, o fato é que esse destino tem muito mais a oferecer para os seus turistas, veja só:

  1. Casa de Dionísio

Essa atração tem seus pavimentos belissimamente ornamentados com mosaicos, que são considerados os melhores do Mediterrâneo. Sem dúvida, eles são a principal atração de Pafos.

A descoberta aconteceu acidentalmente enquanto um fazendeiro arava suas terras e a arte está divinamente preservada, com suas cores vibrantes que retratam cenas da mitologia grega.

São diversos mosaicos com cenas incríveis e belíssimas que você não pode deixar de conhecer quando for a esse destino.

Casa-de-Dionísio

  1. Ágora e Odeon

Ruínas preservadas que datam do primeiro período romano, no século II, podem ser encontradas próximo da área do porto.

O Odeon é um pequeno teatro da região, usado até hoje para a realização de festivais de música no verão. Em frente a ele, fica Ágora, que era um mercado romano, cujas fundações e colunas ainda são visíveis.

Ágora-e-Odeon

  1. Tubas dos Reis

Apenas 2 km afastado da cidade você pode conhecer as construções de cortes de pedras que é o Túmulo dos reis. O lugar é realmente impressionante, com passagens subterrâneas que datam do século 4 a.C.

O lugar é feito em rocha sólida esculpida e ornamentada com pilares dóricos.

Atualmente, o lugar é considerado Patrimônio Mundial da UNESCO e foi um cemitério para os períodos gregos.

Tubas-dos-Reis

  1. Basílica de Hrysopolitissa e Pilar de São Paulo

Essa é uma ruína que foi a maior basílica bizantina de Pafos, com colunas e vestígios de mosaicos que servem como amostra do esplendor do local em seus tempos áureos. Estima-se que a construção do local date do século IV.

Basílica-de-Hrysopolitissa-e-Pilar-de-São

Conheça também os seguintes pontos turísticos:

  • Agia Paraskevi
  • Museu Arqueológico
  • Santuário de Afrodite
  • Fyti
  • Península Akamas
  • Forte Paphos
  • Vouni antigo

Onde ficar

Onde-ficar

Paphos não é lá um lugar muito grande e é por isso que as opções de hospedagem podem ser um tanto limitadas. No entanto, fique sabendo que os melhores hotéis desse destino são o Anassa, o Almyra e o Amatheus.

A maioria deles fica em uma boa região, que oferece uma infraestrutura suficiente para seus viajantes.

O que comer

De uma forma geral, podemos dizer que a culinária do Chipre é o resultado da sua localização geográfica.

Isso porque fica no extremo leste do mediterrâneo, entre a Grécia, a Turquia e o Líbano, além da influência da colonização inglesa.

Assim os cipriotas (que nascem no Chipre), tem o costume de se reunir em grandes grupos aos finais de semana para degustar uma grande variedade de pratos.

Keftedes

Nessas ocasiões, são servidos queijos, halliumi, alcachofra aipo, purê de grão-de-bico, taramosalata, polvo, tahini, camarão, salmonete frito e muito mais.

Outros pratos típicos por lá são os seguintes:

  • Afelia: porco marinado em vinho tinto e sementes de coentro.
  • Kleftiko: carne de borrego cozida ao forno com vegetais em molho de vinho tinto.
  • Kolokasi: inhame, normalmente esmagado, com aipo e tomate. Pode ser acompanhado por carnes.
  • Lountza: presunto do lombo do porco, que pode ser servido cru, frito ou grelhado.
  • Keftedes: almondegas de carne frita.
  • Pastourmas: carne seca e curada ao ar livre, normalmente bovina, que tem origem armênia.

Vida noturna

Vida-noturna-Ayia-Napa

No verão, a região de Ayia Napa explode, especialmente entre os meses de junho e agosto. Por isso, não vai ser difícil encontrar ima grande variedade de bares e boates para se divertir.

Por outro lado, durante o inverno a região entra, praticamente, em hibernação. Por isso, dependendo da época, não vai ter muito o que fazer por lá à noite!

Transportes

Por lá, uma das melhores formas de explorar o litoral e também a região do interior é alugando um casso mesmo. No entanto, não esqueça que por lá vale a mão inglesa.

Para quem quer se aventurar no Norte, existem opções de ônibus e vans para fazer o famoso bate e volta. Isso porque um carro alugado pode não atravessar a fronteira.

Praias

Por ser uma ilha, Chipre é cheia de praias e locais de águas quentes e tranquilas para quem quer apreciar a natureza e com Pafos não é diferente.

Praias-Chipre

Então, veja a seguir uma incrível lista com as melhores praias de Pafos:

  • St. George Beach: excelente para férias em família, com areias clarinhas, espreguiçadeiras e muito sol.
  • Vardas Beach: uma pequena praia, ideal para nadar. É recomendado o uso de sapatos para entrar na água, visto que o fundo é rochoso e escorregadio.
  • Paphos Municipal Beach: essa praia tem vestiários, chuveiros e uma boa infraestrutura para o banhista, além de lugar para sentar e apreciar o pôr do sol, que é lindo.
  • Toxeftra Beach: o local só é acessível por uma estrada de terra que fica após a baía de corais, mas é lindo. A dica é contratar um jipe ou um safari.

Mais do que isso, outras praias se destacam tais como Vrisoudia Beach, Alykes Beach, SODAP Beach e Floria Beach.

Pronto, agora você já sabe muito mais sobre Pafos, suas atrações e como aproveitar ao máximo esse destino incrível.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply