logo-itinereo-195x50

Miradouros em Lisboa

Miradouros em Lisboa

Em Lisboa, encontramos diversos miradouros, e talvez seja a cidade da Europa que mais tem miradouro, ficando atrás apenas de alguns outros destinos. E caso a sua próxima viagem tenha como destino Lisboa, elencaremos aqui alguns dos principais miradouros que podem ser visitados em Lisboa.

Todos os miradouros em Lisboa, não apenas os listados aqui, são incríveis e proporcionam vistas inigualáveis, nos telhados e outros locais interessantes.

Na maioria das vezes, os miradouros têm acesso livre para visitantes, porém, como são muitos, dependendo do seu período de visita. Dessa forma, talvez não dê tempo para encontrar todos, mas você pode ir aos que mais têm destaque na cidade.

Essa visita pode acontecer sozinho, com um livro, com uma bela taça de vinho, com seu cônjuge, com amigos ou família...não importa! O importante é que você visite esses locais, pois nós garantimos que a vista vale totalmente a pena.

Vejamos abaixo então algumas opções que você pode visitar de miradouro em Lisboa!

Castelo de São Jorge

Castelo de São Jorge

O Castelo de São Jorge é uma das atrações mais conhecidas, quando o assunto é miradouro em Lisboa. Isso porque o seu peso histórico tem uma relevância enorme para a história local.

O Castelo de São Jorge foi, a priori, uma fortificação, cuja construção se deu por parte dos mulçumanos. Além disso, eles que reinavam em Lisboa antes de D. Afonso Henriques chegar, no ano de 1147, e depois algumas coisas foram adaptadas.

No século XX, tudo que encontrávamos eram ruínas, porém já no ano de 1938, algumas obras impactantes ocorreram, descobrindo vestígios interessantes sobre a história. Por isso, pensaram em tornar essas coisas em uma exposição, utilizando até mesmo visitas guiadas.

A vista encontrada no Castelo de São Jorge é de tirar o fôlego, e nesse miradouro você poder a Palmela, a Arrábida. Além disso,a parte litorânea de Almada, isso tudo até os campos de Ribatejo.

É interessante ressaltar que os moradores de Lisboa podem acessar o Castelo de São Jorge gratuitamente.

Jardim do Torel

Jardim do Torel

O Jardim do Torel passou por muitas transformações com o passar dos anos, principalmente o que se refere a sua aparência. Mas uma coisa não mudou de forma alguma: a sua vista maravilhosa!

No ano de 2019, o Jardim do Torel passou por uma intervenção, feita pela Junta de Freguesia de Santo António. Dessa forma, tornando esse jardim agora em “Jardim do Amor”, com a localização na Colina de Santana.

Esse jardim já passou por diversas requalificações verdes, o que conseguiu devolver à cidade o que era preciso: um ambiente colorido e cheio de vida.

As zonas voltadas para estadia passaram por uma renovação, e para isso diversas espécies foram cultivadas. Por exemplo da lavanda, verbena e papiro.

Isso envolve não apenas uma questão estética, mas também de aromas, cores e de textura mesmo.

Miradouro de São Pedro de Alcântara

Miradouro de São Pedro de Alcântara

No Miradouro de São Pedro de Alcântara encontramos algumas das personalidades históricas mais importantes do século XIX para a região e para o mundo também. Por exemplo de Marco Aurélio, Homero ou Vasco da Gama.

No andar superior do Miradouro de São Pedro de Alcântara encontramos um espaço, que foi inaugurado no ano de 1864. Agora, para aproveitar uma paisagem incrível de Lisboa!

No gradeamento, você encontra um painel contendo as coordenadas de Lisboa, pintadas por Fred Kradolfer. E esse gradeamento foi uma exigência do Palácio da Inquisição do Rossio, pois, em seu lugar, teríamos o Teatro Nacional Dona Maria II.

Miradouro das Portas do Sol

Miradouro das Portas do Sol

O miradouro das Portas do Sol é, na verdade, quase que varanda pública com direito à vista acima do Tejo e o bairro de Alfama. Além disso, sem contar com as igrejas do São Miguel, São Vicente de Fora e Santo Estêvão.

Esse é um dos miradouros que mais têm espaço de Lisboa, e foi o resultado de uma demolição. Que ocorreu na região da Igreja de São Tomé, no período dos séculos XIX e XX.

O nome “Miradouro das Portas do Sol” é de origem medieval, pois ali já era a Porta do Sol, com a função de ser uma das entradas de Lisboa. Porém ela sofreu algumas danificações após o terremoto em 1755.

Com a autoria de Raul Xavier, autor, esse Miradouro foi construído em 1965, com inauguração já no ano de 1970.

Miradouro de Santa Luzia

Miradouro de Santa Luzia

O Miradouro de Santa Luzia tem um diferencial dos outros: um cenário privilegiado da Alfama e do rio Tejo.

Caso você queira admirar Lisboa, o miradouro ainda tem um lugar com sombra e pertinho de videiras.

Já os visitantes que preferem pegar um solzinho, na plataforma inferior encontramos um lindo espelho de água.

Já a muralha sul desse miradouro conta com painéis enormes feitos de azulejo, tudo isso para criar um ambiente incrível de vista para você.

Miradouro do Recolhimento

O Miradouro do Recolhimento envolve um segredo em seus circuitos para miradouros. Por isso que os visitantes mais gostam de descobrir nessa visita.

A vista que você encontra nesse miradouro é da Alfama e Santa Apolónia, sendo uma vista panorâmica incrível para o seu passeio!

Miradouro de Nossa Senhora do Monte

Miradouro de Nossa Senhora do Monte

No Miradouro de Nossa Senhora do Monte temos um recurso melhor que um simples mapa de cidade. Pois temos um painel feito completamente de azulejos, fazendo com que você localize os monumentos que deseja encontrar.

A vista desse miradouro é da Baixa às Avenidas Novas, e é considerado como o miradouro mais visitado, além de ser o mais alto da cidade.

A vista panorâmica do Miradouro de Nossa Senhora do Monte compete diretamente com o que encontramos na Capela de Nossa Senhor do Monte. Onde encontramos a cadeira famosa de São Gens, local este em que ocorria a pregação do primeiro bispo da cidade.

Miradouro da Graça

Por fim, separamos o Miradouro da Graça para o final da nossa lista, mas a sua vista é tão boa quanto as outras. Dessa forma, apesar de o seu nome oficial dado pela Câmara da cidade ser Miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen.

Nessa vista podemos apreciar do castelo ao rio, da Mouraria até a baixa pombalina.

A sua visita não precisa parar nos miradouros, pois podemos ir além e fazer piqueniques, por exemplo, e claro que isso depende do local que você estiver visitando. O importante é que você conheça Lisboa de diferentes perspectivas e aproveite bastante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Itinereo

Um site de viagens com diversas dicas para você ecnomizar muito e fazer viagens inesquecíveis
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram