O que fazer em Bonito MS, dicas para Aproveitar os melhores Pontos Turísticos

O-que-fazer-em-Bonito

Bonito é um nome que não faz tanto jus a esse destino, porque na verdade ele é lindo, deslumbrante e de tirar o fôlego. No entanto, mesmo sendo cheio de belezas naturais, muita gente ainda se pergunta o que fazer em Bonito.

Por lá você vai encontrar rios de águas cristalinas, cheio de peixes coloridos e rodeada de belezas.

No entanto, o fato é que o nome não passa de uma mera coincidência, visto que o povoado se originou nas terras de uma fazenda chamada Rincão Bonito, que foi fundada em 1869, há mais de um século antes do surgimento do ecoturismo.

No entanto, o fato que precisa ser ressaltado é que o sucesso de Bonito vai muito além do fato de o lugar ser belíssimo mesmo. Isso porque ele é também ecologicamente correto, organizado e responsável.

Então, se você está interessado em saber o que fazer em bonito, continue lendo e descubra todos os detalhes sobre esse incrível destino. Vamos lá?!

Quando irQuando viajar para Bolivia

Bonito é um dos destinos brasileiros que pode facilmente ser visitado a qualquer época do ano, embora a experiencia seja melhor em alguns meses.

Basicamente, o clima do local se divide em seco e chuvoso e cada uma delas tem seus pontos positivos e negativos. Por isso, a escolha da melhor época para ir vai depender mesmo do gosto de cada viajante.

Entre dezembro e março ocorre a estação de mais chuvas, que é o verão. Em contraponto a isso, as temperaturas são mais altas, chegando a 35°C em alguns dias.

A vantagem é que, as matas ficam mais verdes e as cachoeiras mais cheias, mas a desvantagem é que se vê menos peixes, por causa da piracema.

Mais do que isso, a chuva pode levar alguns passeios a serem cancelados e deixa a água dos rios menos cristalina.

A estação de seca acontece no inverno, entre os meses de maio a agosto. Nessa época, os rios estão mais límpidos, porém podem ocorrer queimadas, além do fato de que as temperaturas baixam.

A boa notícia é que baixa temporada da região tem preços acessíveis de hospedagem e passeios ideal para quem quer fazer uma viagem low cost.

Portanto, o mais importante é avaliar quando você pode ir e as suas preferencias para escolher a melhor época.

Como chegarcomo chegar em Bonito

Bonito fica a cerca de 300 km da capital do maro Grosso do Sul, Campo Grande. Embora a cidade tenha seu próprio aeroporto, essa não é a melhor opção para chegar lá, visto que os voos são caros e escassos.

Sendo assim, para quem vai de fora do estado, a melhor alternativa é pegar um voo até Campo Grande mesmo e depois seguir viagem de ônibus, carro ou van.

Quanto ao aeroporto de Bonito, ele só recebe voos da Trip aos domingos e quintas-feiras e a passagem tem um preço pouco acessível. Já o aeroporto de Campo Grande recebe voos diários de todo o Brasil e por diversas companhias aéreas.

O que fazer em Bonito – Pontos Turísticos

Pontos Tur]isticos Cachoeiras-Bonito

Basicamente, o dia de quem vai para Bonito é dedicado a fazer passeios, sendo que é um mais incrível que o outro. O mais importante é escolher uma agência com um bom atendimento, pois você precisará comprar os passeios com ela.

Veja algumas dicas sobre o que fazer em Bonito:

  • Flutuações

Esse é o tipo de passeio mais famoso em bonito, no qual é possível observar peixes nativos usando roupas de neoprene e snorkel. Até mesmo quem não sabe nadar pode participar, lembrando que são feitos sempre com a companhia de guias experientes e em locais adequados.

Para praticá-lo, existem muitos destinos possíveis em Bonito, tais como o Aquário Natural, o Rio da Prata, a Barra do Rio Sucuri, a Nascente do Rio Sucuri e a Nascente Azul

  • Grutas

Bonito tem muitas grutas, sendo que uma é mais lida que a outra e cada uma delas têm suas peculiaridades. Conheça a Gruta do Lago Azul e as Grutas de São Miguel.

Elas são concorridas o ano inteiro, mas é preciso lembrar que não se pode nadar no Lago Azul, sendo um passeio contemplativo mesmo.

  • Cachoeiras

Outro ponto forte de Bonito são as cachoeiras. A da Boca da Onça, por exemplo, oferece opções de trilhas, 6 locais para banho e mais uma escadaria de 800 degraus que leva até a cachoeira mais alta do estado.

Visite também a de Estância Mimosa, o Parque das Cachoeiras, as Cachoeiras do Rio do Peixe e a Fazendo Ceita Corê.

  • Aventuras

Pro fim, o que não faltam são opções de aventuras em meio à natureza em Bonito. Tem a lagoa misteriosa, da qual ainda não se sabe a profundidade exata, embora se saiba que é mais de 200 metros; o Abismo Anhumas; o Hotel Cabanhas, onde se pode praticar arvorismo e boia-cross e muito mais.

Onde ficar

Onde-ficar

Bonito é uma cidade pequena, mas que tem várias pousadas para acomodar seus visitantes. Mesmo não sendo um lugar grande a localização que você vai ficar é muito importante, principalmente para não ficar refém do uso de veículos.

Para quem vai sem carro, a dica é escolher uma hospedagem que fique na região central, possibilitando acesso mais fácil ao comércio. Já para quem vai de carro, há uma maior liberdade até para escolher acomodações mais distantes do agito.

Outro ponto importante é ter em mente que os preços por lá não são baratos, ao passo que as acomodações são simples, deixando a desejar na relação custo-benefício.

A melhor região para ficar é no entorno da Av. Pilad Rebua, que é a rua principal do lugar. A área entre a principal e a Rua Pedro Álvares Cabral é o ideal para quem está a pé.

O que comer

Arroz-boliviano

Em muitos lugares, a gastronomia é tão típica e característica que pode até ser considerada um ponto turístico do local e em Bonito não é diferente. Então, vamos ver algumas dicas do que comer por lá:

  • Arroz boliviano: mais do que um arroz de carreteiro, esse arroz é rico em sabores e leva carne moída, batata, ovo cozido, ervilha e mais.
  • Pintado a urucum: o urucum é uma semente de coloração avermelhada e é usado no preparo desse prato que teve origem no pantanal do Mato Grosso, cuidadosamente preparado com o peixe pintado, típico da região.
  • Quebra torto: consiste em uma refeição completa, com base de arroz e leva ovos, peixe frito, farofa, pão e especiarias.
  • Sarravulho: um cozido de miúdos junto com pimentão, que cozinham em um caldo cheio de temperos.
  • Quibebe de mandioca: esse prado consiste em um cozido de carne assada com mandioca, molho e especiarias.

Vida noturna

Vida-noturna

Se você é do tipo que gosta de sair à noite e curtir uma balada nos seus destinos, a dica é: não alimente expectativas sobre a noite bonitense, pois ela é bem fraca.

O fato é que esse não é, de forma nenhuma, o foco da cidade, visto que a maioria dos turistas gostam de usar a noite para comer bem e descansar para se prepara para as aventuras do dia seguinte.

Por lá, a diversão da noite é dar uma caminhada pela rua principal, conferir as lojinhas, escolher um restaurante legal e até tomar uns drinks, mas não passa disso.

Transportes

Bonito tem atrações que ficam em diferentes direções e algumas delas são bem distantes do centro da cidade. Então, se você está de carro não será um problema e você terá fácil acesso a esses locais.

No entanto, se você não está de carro, a dica é usar algum transporte compartilhado, lembrando que os táxis são bem caros, por isso, a dica é evitá-los.

Pronto, agora você já sabe o que fazer em Bonito e como aproveitar tudo que esse destino incrível pode oferecer para você!

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply