Namíbia Pontos Turísticos, onde ir, o que comer, onde se Hospedar e o que Fazer por lá!

namibia

A Namíbia, um país no sudoeste da África, distingue-se pelo Deserto do Namibe, ao longo da costa do Oceano Atlântico.

Embarcar para a Namíbia pode ser um grande e muito delicioso desafio para quem é apaixonado por viagens. O país tem dimensões enormes, o que torna muito irresistível, mas também quase impossível, percorrer todas as suas várias regiões.

No entanto, o fato é que as suas atrações estão espalhadas por todo os eu território, então, o planejamento é algo fundamental para que você possa aproveitar tudo o destino oferece de melhor.

Mais do que isso, é preciso estar ciente de que uma viagem para a Namíbia pode ter a duração de apenas 3 dias ou até de 1 mês, tudo depende da sua disponibilidade e interesse no destino.

Então, logo a seguir vamos descobrir um pouco mais sobre a Namíbia para que você possa montar o seu roteiro tendo em mão todas as informações necessárias para isso. Vamos lá?!

Quando irQuando-ir-casal-jovem-com-mapa-em-verão

O clima da Namíbia é o semi-desertico, sendo bastante quente durante o dia e com frio à noite. Isso sem falar que o calor é considerado extremo nos meses entre dezembro e março.

Além disso, o local ainda conta com duas estações mais chuvosas. Uma delas tem uma quantidade melhor de chuvas e ocorre entre outubro e dezembro enquanto a outra, que tem chuvas mais intensas, acontece entre janeiro e abril.

Vale lembrar, no entanto, que a precipitação anual costuma variar um pouco, dependendo de cada região do país. Dessa forma, por ter uma grande extensão, as condições climáticas também podem apresentar algumas variações entre um destino e outros.

Mesmo assim, podemos dizer que a melhor época para ir conhecer a Namíbia é entre maio e outubro. Isso porque as temperaturas são mais frescas e clima é um pouco mais seco.

No entanto, você ainda terá que enfrentar dias quentes e de muito sol e noites com temperaturas abaixo de zero.

Como chegar

Para quem não sabe, a Namíbia fica no sul do continente africano e também faz fronteira com a Botsuana, a África do Sul e a Angola, além de pequenas fronteiras com Zimbábue e Zâmbia.

A melhor forma de chegar até esse incrível país é partindo de avião do Brasil para a África do Sul. Isso porque não existem voos diretos do nosso país para esse destino, portanto, um desvio será obrigatório.

Dentre as companhias aéreas para isso, você pode encontrar voos na South Africa ou Latam. Outra opção é ir para a Angola com a TAAG.

Essas três empresas citadas acima oferecem voos que partem de São Paulo com uma conexão ou escala possível no Rio de Janeiro e outras cidades que a companhia atende.

O que fazer

o-que-fazer-na-NamibiaO continente africano, além de uma paisagem muito diferente do que estamos acostumados no Brasil, também traz uma cultura e história bastante ricas e diferentes.

Para conhecer esse destino incrível, certamente você irá percorrer alguns muitos quilômetros, o que vai deixar a sua experiencia ainda mais incrível. Isso acontece porque as principais atrações do país não estão perto de Windhoek, a capital e algumas delas são tão distantes que até o bate-volta fica complicado.

Então, vamos ver algumas coisas que você não pode deixar de fazer quando estiver na Namíbia:

  • Contemple o deserto

Entre o norte da África do Sul e o sul da Angol,a o deserto da Namíbia tem uma paisagem de tirar o fôlego, sendo que um dos locais mais bonitos é o cemitério de árvores.

A estimativa é que cada árvore esteja lá há, pelo menos, 900 anos sem se decompor por causa do clima da região.

  • Desbrave o Parque Nacional Etosha

Esse parque fica na região noroeste da Namíbia e é uma das principais atrações, onde é possível fazer um safari e conhecer a vida selvagem local.

  • Desvende o Parque Nacional de Waterberg Plateau

Essa é uma área de preservação no centro do país e fica no planalto de Waterberg. O local é conhecido com um importante refúgio de espécies raras de antílopes.

  • Encante-se com o Fish River Canyon

Esse é um dos maiores cânions do mundo, medindo cerca de 160km de comprimento, 27km de largura e tem pontos com mais de 550 metros de profundidade. Uma boa forma de conhecê-lo é fazendo o terkking que tem 5 dias de duração.

  • Percorra a região de Caprivi Strip

Esse lugar é um corredor de 450km de comprimento e 30km de largura que fica também na região nordeste e possibilita a ligação de Caprivi com o restante do território.

  • Faça uma foto em Spitxkoppe

Esse lugar tem picos de granito e fica entre Usakos e Swakopmund, no deserto do Namibe. A sua formação de milhares de anos é realmente impressionante e um excelente cenário para uma foto.

  • Vá conhecer a tribo Himba

Essa é uma das tribos que está resistindo à globalização e é por isso que eles ainda se mantém mais isolados do mundo, em aldeias que ficam em comunidades fechadas.

São poucos os que aceitam visitas dos turistas, mas vale a pena dar esse passeio a fim de conhecer um pouco sobre essa cultura tão diferente.

  • Atravesse o Trópico de Capricórnio

O Trópico de Capricórnio pode ser cruzado tanto no deserto do Atacama, no Chile, quanto na Namíbia. A placa dessa linha imaginária fica em Solitaire, que é um pequeno vilarejo no deserto.

  • Passeie na cidade fantasma de Kolmanskop

Essa é uma cidade fantasma que também fica no deserto da Namíbia. Ela foi fundada no início de 1900, quando havia diamantes na região e foi abandonada cerca de 40 anos depois. Atualmente, restam construções da época, que rendem ótimas fotos e instigam o imaginário dos turistas.

Onde ficar

Onde-ficar-na-NamibiaComo já foi explicado anteriormente, a Namíbia é um país de grande extensão territorial. Além disso, seus pontos turísticos e atrações ficam espalhados por todas as partes, não sendo muito simples a missão de conhecer todos.

Por isso, o mais indicado é analisar bem as atrações que você gostaria de conhecer e as cidades pelas quais vai apenas passar e nas quais vai ficar por mais dias.

Assim, fica muito mais fácil determinar os melhores lugares para ficar em cada destino por onde o seu roteiro passa.

O que comer

Potjiekos

À primeira vista, a culinária da Namíbia pode ser bastante familiar ao paladar brasileiro. Por isso, não haverá muito estranhamento para o turista quando for se alimentar lá, nem nos restaurantes e nem dos supermercados.

O comida Namíbia tem uma forte influencia da colonização alemã, além de uma grande quantidade de alimentos angolanos (comuns na culinária portuguesa).

Essa combinação dá aos pratos sabões conhecidos aos brasileiros enquanto os sabores mais tradicionals dicam mais retidos em pratos mais típicos das tribos, não sendo facilmente encontrados em restaurantes.

Dentre os pratos que você deve experimentar, estão os seguintes:

  • Potjiekos: consiste em uma carne ensopada com legumes e bastante temperos.
  • Braaivleis: um tipo de churrasco, bem semelhante ao brasileiro que pode ser encontrado na periferia de Windhoek, mais precisamente em Katutura.

Mais do que isso, um destaque local vai para os cortes de carnes que consideramos exóticos, tais como kudu, órix, zebra, crocodilos e srpingbok, que podem ser facilmente encontrados em restaurantes mais refinados.

Namíbia Pontos Turísticos

Como já explicamos, a Namíbia é um país rico em atrações, que se espalham por todo o seu território. Sendo assim, você pode explorar a capital para ver o segundo maior cânion do mundo ou pode ir até kolmansko para conhecer uma cidade fantasma.

O fato é que não falta pontos turísticos para que você conheça em sua incrível viagem à Namíbia, veja só:

  1. Orange River

Esse é o mais rio mais longo da África do Sul, que é um país que faz fronteira com a Namíbia. Sendo assim, se vocês vindo da África do Sul, aproveite para dar uma paradinha e conhecer esse incrível rio, também chamado de Gariep River.

Mais do que isso, suas corredeiras são famosas na prática da canoagem, o que é uma ótima oportunidade de esporte por lá.

Orange-River

O rio Orange, é o maior rio da África do Sul. Foi descoberto por indígenas, mas explorado cientificamente por europeus em 1760, e deve o seu nome ao coronel Robert Gordon, da Casa de Orange

  1. Fish River Canyon

Esse rio fica bem ao sul da Namíbia e é o maior canion de todo o hemisfério sul, além de ser o segundo maior do mundo, perdendo apenas para o Grand Canyon, do Arizona.

Ele faz parte do parque nacional e sua entrada fica no campo de Hobas e surpreende com sua incrível paisagem rochosa e falésias.

Fish-River-Canyon

O Desfiladeiro do rio Fish é um desfiladeiro da Namíbia.

  1. Sossusvlei

O deserto da Namíbia é o mais antigo do mundo e tem cerca de 43 bilhões de anos, lembrando que mantém sua atual forma já há 2 milhões de anos.

Uma parte desse deserto abriga o Namib-Naukluft National Park, que é o maior “game-park” de toda a África, sendo dividido em 4 sessões, cuja mais conhecida é Sossusvlei.

Sossusvlei

Sossusvlei é uma panela de sal e argila cercada por altas dunas vermelhas, localizada na parte sul do deserto do Namibe, no Namib-Naukluft National Park da Namíbia.

  1. Dead Vlei

Ainda no deserto, podemos encontrar o Dead Vlei, que é uma região plana, seca e estéril, onde nunca mais existiu vida depois que foi isolada pelas dunas e abandonada pela água.

O incrível cenário que se forma tem dunas de areias avermelhadas cercando um vale esbranquiçado, com um contraste de cores quase surreal.

Dead-Vlei

Dead Vlei é considerada como uma “bacia de argila branca”, localizada dentro do Parque Namib-Naukluft, na Namíbia.

  1. Solitaire

Como o nome já sugere, o Solitaire fica bem no meio do nada. No ano de 1948, o local era uma casa de campo construída por uma pessoa, que a deu esse nome por sua localização.

Atualmente, o local já tem comércio, lojinhas, padaria e algumas opções de hospedagem.

Solitaire

Solitaire é um pequeno povoado na região de Khomas, no centro da Namíbia, perto do Parque Nacional Namib-Naukluft.

  1. Swakopmund

Com um clima mais ameno, a beira mar de ruas arborizadas alivia o calor do deserto e forma um local de beleza incrível. Por isso é o local de férias de vários namibianos.

Swakopmund

Swakopmund é a segunda mais populosa cidade da Namíbia. Se situa no litoral, a oeste da capital, Windhoek.

  1. Spitzkoppe

Esse local é um aglomerado de montanhas que formam um dos cenários mais incríveis desse país, contando com formações rochosas de mais de 700 milhões de anos e chega a mais de 1780 metros acima do nível do mar.

Spitzkoppe

O Spitzkoppe, é um grupo de picos de granito calvo ou inselbergs localizado entre Usakos e Swakopmund no deserto do Namibe da Namíbia.

  1. Etosha National Park

Essa reserva natural tem mais de 20 mil km² e abriga uma grande biodiversidade de animais. Embora suas paisagens pareçam um tanto estéreis, habitam no local mais de 100 espécies de mamíferos, 16 de répteis e 340 de aves.

Etosha-National-Park

O Parque Nacional Etosha é um parque nacional no noroeste da Namíbia. O parque foi proclamado uma reserva de caça em 22 de março de 1907, pela Portaria 88 pelo governador alemão do Sudoeste Africano, Dr. Friedrich von Lindequist

  1. Skeleton Coast

Esse é mais um dos destinos inóspitos da Namíbia, e sua principal característica é a força dos oceanos. Não é para menos que os portugueses apelidaram o local de “as portas dos infernos”, visto que o cenário, inclusive, é composto por esqueletos espalhados ao longo de sua costa.

Skeleton-Coast

A Costa dos Esqueletos é uma região costeira no noroeste da Namíbia, integrada no Parque Nacional da Costa dos Esqueletos.

Dicas

A Namíbia, que fica no continente africano, é um país bastante diferente do nosso, com uma cultura e história bastante intensas. Por isso, é normal ter algumas dúvidas na hora de planejar sua viagem para esse destino.

Sendo assim, veja algumas dicas de viagem para a Namíbia:

  • Visto e vacinas

Os brasileiros não precisam de visto para uma permanência de até 90 dias na Namíbia. No entanto, o passaporte deve ter validade mínima de 6 meses.

Também não são exigidas vacinas, mas a região de Caprivi é úmida, portanto, não custa se precaver da Malária.

  • Idioma

A língua oficial na Namíbia é o inglês, o que torna a sua viagem relativamente mais simples, em partes visto que muitos locais falam um dialeto chamado oshavambo ou então africâner, que mistura alemão, inglês e holandês.

  • Moeda

A moeda local é o dólar namibiano, que tem uma cotação bastante similar ao Rand da África do Sul, que também é bastante aceito no país.

Vale lembrar ainda que somente as cidades maiores possuem casas para a troca da moeda, bem como no aeroporto.

  • Segurança

De uma forma geral, a Namíbia é um país bastante seguro, com excessão de Windhoek, que é uma cidade maior e tem todos os perigos normais desses grandes centros, tais como pequenos furtos e golpes.

No entanto, o mais importante mesmo é manter-se hidratado e cuidar com a travessia de animais na pista.

Transportes

Se você deseja conhecer a Namíbia, é preciso ter em mente que será necessário fazer alguns longos deslocamentos. Isso porque o país é enorme e há grandes distâncias entre as suas atrações.

A má notícia é que o transporte público por lá é bastante ineficiente e é por isso que alugar um carro é uma das melhores alternativas para se virar por lá.

Fotos

Agora que já falamos bastante sobre a Namíbia, veja algumas fotos incríveis desse destino deslumbrante:

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a Namíbia e seus incríveis destinos. Aproveite essas informações e monte já o seu roteiro pelo país!

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply