Asia, aonde ir e melhores Pontos Turísticos

Ninh Binh cidade é uma pequena cidade no Delta do Rio Vermelho do norte do Vietnã

Ninh Binh – Vietnã

O Mundo vem, recentemente, descobrindo a Ásia e, antes tarde do que nunca, vem percebendo como o local pode ser encantador e um excelente destino turístico.

Segundo essa onda, diversas companhias aéreas também estão começando a oferecer preços mais acessíveis, como nunca visto antes, para que se possa ter uma ótima experiência de viagem.

No entanto, a verdade é que o continente asiático, que fica do outro lado do mundo para nós, possui muitos costumes e hábitos diferentes dos nossos e isso pode causar um grande estranhamento no começo.

Além disso, existem algumas questões que devem ser bem estudadas antes da sua viagem, como é o caso do calendário das monções, que vamos falar um pouco mais aqui também.

O fato é que montar um roteiro para conhecer a Ásia nem sempre é uma missão muito simples, afinal, são muitos os destinos por lá.

No entanto, existem algumas informações que podem ser muito úteis nesse sentido, para ajudar a oferecer uma melhor experiencia durante o seu lazer.

Então, para saber um pouco mais sobre a Ásia, quando ir, onde ficar e todos os detalhes, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

Quando ir

Quando-viajar-para-AsiaPrimeiramente, antes de falarmos sobre a melhor época para ir para a Ásia, é importante entender um fenômeno que ocorre por lá, que são as monções.

Esse é um fenômeno climático relacionado com os ventos sazonais. Então, de uma forma bem resumida, os ventos mudam sua direção de acordo com a estação do ano.

Então, em certas épocas, os ventos sopram um ar mais úmido para esse continente, causando muitas chuvas fortes. Em outras estações, os ventos levam ar seco, deixando o clima com baixíssima umidade.

Isso é importante pois essa é a região do planeta onde o fenômeno acontece de forma mais intensa, provocando fenômenos como tufões, por exemplo.

Esses acontecimentos tendem a ser mais marcantes em alguns países, por isso, depois de determinar os países que vai conhecer, estude bem as monções para não ter problemas.

Como chegar

Chegando-no-aeroporto-de-HanoiA Ásia é o maior continente do mundo, ou seja, ele é muito extenso, então, o meio para chegar até lá vai depender do seu local de partida e para onde você pretende ir.

Dentre os principais destinos asiáticos, temos cidades como Hong Kong, Pequim, Hanói e Tóquio, entre outras. Todas elas contam com aeroportos internacionais, possibilitando a chegada por meio aéreo.

O mesmo vale para outros destinos turísticos, tais como Jacarta, Bali, Bagdad, Dubai e outros.

Além do transporte aéreo, ainda é possível deslocar-se de trem ou carro dentro do continente, mas sempre lembrando que as distâncias são grandes e pode não ser assim tão vantajoso.

Para chegar a Hong Kong, por exemplo, será preciso dedicar ao menos um dia inteiro para o deslocamento, considerando os tempos de voo e conexões.

Partindo de São Paulo, não existem voos diretos, então, será preciso realizar no mínimo uma conexão no trajeto.

O bom é que existem muitas companhias aéreas que oferecem esse destino e não deve ser um problema conseguir o voo quando você precisar.

O que fazer

Hoi AnComo já foi dito, o continente asiático é o maior do mundo, portanto, o que não faltam são destinos incríveis e deslumbrantes para você conhecer.

Então, vamos descobrir o que fazer na Ásia de acordo com seus destinos mais procurados, veja só:

  • Tailândia: os voos para esse destino estão cada vez mais acessíveis e por lá você ficará fascinado com a arquitetura grandiosa, as belezas naturais exuberantes e a cultura bastante exótica.
  • Singapura: o país tem o tamanho da cidade de São Paulo, mas tem uma excelente infraestrutura. Lá você vai encontrar cassinos, shoppings e muita diversidade cultural.
  • Laos: o país mais bombardeado da história e que não possui acesso ao mar pode ser um excelente destino turístico. Na cidade de Luang Prabang há um certo charme que mistura o jeito asiático com a herança francesa.
  • Camboja: embora tenha um passado sombrio, atualmente o Camboja surpreende os turistas com a grande variedade de atrações, culinária e paisagens encantadoras.
  • Vietnã: com paisagens únicas, o local é um destino muito completo e tem diversão para todos os gostos. Em Ho Cho Minh tem o museu da Guerra do Vietnã com uma ótima nada imparcial. Você também pode conhecer o Cu Chi Tunnels, que eram os tuneis usados pelos vietcongs na guerra.
  • Indonésia: por lá, conheça Bali, que lindo refúgio hindu; a praia de Padang Padang, que tem uma grande comunidade brasileira; e as praias de Kuta e Uluwatu, com sua paisagem deslumbrante,
  • Filipinas: um arquipélago com mais de 7,6 mil ilhas esse é um excelente destino. As praias são lindas e de águas cristalinas. E Malaca é possível encontrar vestígios da herança portuguesa, além de uma ótima infraestrutura turística e variedade cultural.

Onde ficar

Koh Rong é a segunda maior ilha do Camboja

Ilha de Koh Rong

A Ásia é um continente incrível, que abriga desde grandes cidades altamente tecnológicas até pequenos vilarejos afastados do resto do mundo.

Por isso, não é nada fácil dizer onde ficar, afinal, os destinos são muito variados e a escolha vai depender do tipo de passeio que você deseja.

No entanto, não importa qual seja o destino, a dica é: não reservo o hotel com antecedência. Obviamente as facilidades para se reservar um hotel pela internet ou aplicativos é muito grande.

No entanto, no Sudeste Asiático o melhor é conseguir a sua habitação na técnica do “olho no olho”.

Isso porque a maioria dos hotéis mais voltados para o mochilão costumam conquistar os recém chegados com os melhores quartos, enquanto colocam as pessoas que reservaram, e pagaram antecipadamente, em péssimas habitações.

No entanto, o fato é que a maioria dos países e cidades por lá oferecem uma boa infraestrutura de hotéis, não sendo difícil encontrar um bom lugar para ficar.

Pontos Turísticos

A Baía de Ha Long ou Baía de Alongues, com cerca de 1.969 ilhotas de calcário que se elevam das águas, é a mais conhecida baía do Vietname

halong Bay na Baia de Alongues Vietnam

Ao longo de seu vasto território, o continente asiático oferece incríveis paisagens, monumentos arquitetônicos impressionantes e muitos monumentos deslumbrantes. Então, veja apenas alguns dos pontos turísticos mais importantes da Ásia:

  • Taj Mahal – Agra/Índia: uma das construções mais importantes da humanidade, o Taj Mahal traz também muita história e cultura, tendo levado 22 anos para ficar pronto e envolvido mais de 20 mil trabalhadores.
  • A Muralha da China – China: intrigante construção militar, que levou cerca de 2 milênios para ser concluída, possui mais de 8,8 mil quilômetros de extensão, 3,7 metros de largura e 7,5 metros de altura.
  • Torre de Tóquio – Tóquio/Japão: parecida com a torre Eiffel, ela se tornou um grande ponto turístico da cidade, além de se 9 metros mais alta que a torre francesa.
  • Templos de Bagan em Bruma – Miyanmar: as ruinas dos templos cobrem uma área de 16 milhas². Grande parte dessas edificações foi construída ainda no século XI, até o século XII, tendo sido o primeiro Império da Birmânia.
  • Palácio Potala – Tibet: incrivelmente grande o local serviu como moradia para várias gerações do Dalai Lama, sendo um importante símbolo religioso do país ate que o 14º Dalai fugiu para a Índia. Atualmente o local é um grande museu.

Mais do que tudo isso, ainda podemos citar muitos outros pontos turísticos da Ásia, tais como o Templo de Borobudur, em Java na Indonésia; a cidade de Jerusalem, em Israel; Kinkaju-ji, em Quioto, no Japão; o Monte Everest; Banue Rice Terraces, nas Filipinas e muitos outros.

Dicas

O outro lado do mundo é também um local muito diferente do que estamos acostumados, com paisagens e cenários completamente variados e uma cultura muito peculiar.

Por isso, quem quer viajar para lá e conhecer esse incrível país deve sempre se preparar e nada melhor do que umas dicas para ajudar, veja só:

  • Visto e documentação

A regra para tirar o visto pode variar muito entre os 13 países da Ásia. Sendo assim, de acordo com a sua nacionalidade você pode receber o visto de turismo para 30, 60 ou 90 dias. Pode ser até que você precise tirar um visto antecipado.

Por isso, informe-se muito bem sobre o assunto, pergunte se é necessário apresentar algum documento especial na imigração e veja a necessidade de apresentar também a passagem de volta, exigida em alguns destinos para garantir que você não pretende ficar por lá.

  • Cuidado nas conexões

Um grande erro de quem viaja para a Ásia é achar que tudo é perto e que os transportes são rápidos e simples. É um grande engano!

Então, fique sabendo que viajar de um país asiático para o outro pode ser complicado e exige muita atenção na reserva do voo, especialmente quando a conexão envolve viagens de barco.

  • De moto

Para poder explorar as ilhas, pequenas cidades e praias secretas da Tailândia, por exemplo, ou nos campos de arroz do Vietnã, nada melhor nem mais prático do que fazer tudo motorizado com uma scooter.

Então, não esqueça de levar a sua carteira de motorista, lembrando que é melhor ainda se ela for internacional. Assim, é possível alugar um veículo na maioria dos países.

  • Não exagere na mala

Mesmo que a viagem seja de um mês, opte por uma bagagem enxuta. Lá é possível encontrar lavanderias baratas em qualquer lugar. Além disso, dependendo do destino, você só vai precisar de biquinis e roupas de praia.

Isso porque você vai viajar de barco, ferry, trem, van e, na maioria das vezes, com pouco espaço. Por isso, nada melhor do que a praticidade de uma mochila com tudo o que você precisa para se deslocar facilmente.

  • O idioma

O inglês é uma língua internacional, mas não fique esperando que todos na Ásia sejam fluentes nela. Em locais como o Camboja ou a Tailândia, o inglês não é muito comum e pode haver dificuldade de comunicação fora das grandes cidades.

Então, tente aprender pelo menos o básico como “oi”, “obrigado” “desculpa”, “quanto custa” e outros. Assim você também demonstra que está se esforçando.

  • Insetos e alergias

O continente asiático é rodeado de florestas tropicais, praias, cachoeiras, rios e etc. Obviamente, você vai encontrar muitos insetos, então, a dica é não abrir mão de um bom repelente.

Vale lembrar que aqueles que não possuem DEET não funcionam muito bem por lá e você pode ser devorado pelos mosquitos. Mais do que isso, leve um antialérgico caso uma picada gere reação.

  • Aproveite as peculiaridades locais

A cultura, os sabores e a religião por lá são muito diferentes daqui, bem como seu estilo de vida. Então, aproveite essas peculiaridades, prove novos sabores, beba o chá local, coma em um restaurante típico e não fique na zona de conforto.

Por fim, a última dica é que você nunca esqueça o seu seguro viagens, que pode ser a garantia de segurança e tranquilidade para o seu passeio.

Fotos

Para entender melhor sobre toda a beleza e exuberância que já falamos aqui sobre a Ásia, nada melhor do que ver algumas fotos dos locais:

Entenda o calendário das monções

Pois bem, como falamos lá no começo, o local sofre uma grande influencia dos ventos. Por isso, um grande erro é não estar no lugar certo, porém no momento errado.

Portanto, se você não quer cometer um “viagicídeo” não ignore de forma nenhuma o calendário das monções. Imagine que terrível passar por um furação nas Filipinas ou um Reveillon ilhado por água de uma tempestade na Tailândia.

calendario-das-moncoes

O fato é que esse assunto não é tão simples, visto que cada região tem uma dinâmica própria, mas para isso o melhor é estudar mesmo e estar por dentro do calendário das monções para tentar ter a melhor experiencia possível.

Tente ficar mais tempo

A Ásia não é o melhor destino para quem quer fazer uma viagem rápida. Por isso, o indicado é ficar, pelo menos, por três semanas lá.

Isso porque, por mais disposto que você esteja, cruzar todo o oceano para chegar do outro lado do mundo e ficar apenas alguns dias é algo quase insano.

Isso porque você vai perder pelo menos um dia indo e outro voltando. Some a isso o tempo para se adaptar ao fuso horário e o jat lag.

Além disso, pode contar com, pelo menos, mais meio dia para cada deslocamento, ou até um dia inteiro, dependendo do meio de transporte.

Então, se a intenção e conhecer diversos destinos, fique sabendo que a metade do tempo vai ser se deslocando entre um e outro.

Seja prudente ao viajar de barco

Fique sabendo que os naufrágios não são nada incomuns na Ásia, incluindo os barcos grandes ou ferrys, principalmente na Indonésia.

Mais do que isso, há um grande número de viagens improvisadas feitas em pequenas embarcações, o que pode ser muito perigoso.

Então, ao embarcar, procure usar o seu bom senso e avalie se o barco está em condições, se o tempo está favorável e se existem coletes salva vida disponíveis.

Estude os hábitos locais para evitar gafes

Como já dissemos, o país tem sua cultura muito diferente da nossa e alguns hábitos dos brasileiros podem ser encarados com algo ofensivo.

Tocar a cabeça de um budista, por exemplo, é uma grande gafe! Na Indonésia ou Malásia, oferecer algo para alguém usando a sua mão esquerda é falta de educação. Tirar o sapato para entrar na casa de qualquer pessoa é fundamental.

Esses são apenas alguns exemplos de coisas que são importantes e que você deveria saber antes de viajar para a Ásia.

Pronto, agora você já sabe muito mais sobre a Ásia, seus costumes, pontos turísticos, destinos e outros detalhes. Aproveite essas dicas e monte já o seu roteiro!

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply